Postagem em destaque

saiba

VE

PMSP EMPRÉSTIMO+Daycoval investe em projetos de educação


Se o Brasil quiser realmente crescer em todos os sentidos, precisamos começar com a formação de uma base inteligente. Para melhorar a educação de uma nação, devemos incrementar as ações em cada um dos municípios do País, oferecendo mais cultura.

População bem educada é sinônimo de desenvolvimento". É essa a visão de Morris Dayan, diretor executivo do Banco Daycoval e um dos mentores da adoção de práticas sustentáveis, que estão na base da escolha das áreas de educação e cultura como foco principal para a adoção de práticas de responsabilidade social da instituição.

O Daycoval, nasceu da corretora que pertencia à família Dayan, que atuava no mercado na década de 80. O banco abriu seu capital no ano de 2007, mas seu controle continua nas mãos da Família Dayan.

Por enquanto, a adoção de práticas sustentáveis no banco é a partir de investimentos, mas o banco já estuda a criação de um setor para desenvolvimento de projetos próprios de responsabilidade social.

Em 2007, o banco investiu 2% do seu lucro líquido de R$ 231 milhões em projetos de educação e cultura, diz Andreia Flores, diretora de comunicação.

Mesmo não desenvolvendo projetos próprios, a atuação do banco não é meramente passiva. "Temos uma atuação intermediária. Vamos aos locais onde estamos investindo, verificamos as reais necessidades, conversamos com os prefeitos para ver suas reais intenções.

Não tem nada partidário ou que tenha contrapartida", afirma. Os mais recentes beneficiados foram os moradores de Restinga, município do interior paulista: sua biblioteca municipal foi tolamente reformulada. O Banco Daycoval foi o responsável pela doação de kits com novas e atualizadas obras didáticas, reforma e modernização da infra-estrutura do prédio e instalação de computadores que pertencerão à biblioteca com acesso à Internet, por meio do programa Acessa São Paulo.

A reestruturação do espaço faz parte do projeto "São Paulo: Um Estado de Leitores", promovido pela Secretaria de Estado da Cultura em parceria com a Organização Não-Governamental (ONG) Abaçaí, o Instituto Brasil Leitor (IBL) e instituições privadas, do qual o banco participa.

CET Companhia de Engenharia e Tráfego do município de São Paulo .

No momento está em andamento o maior investimento em bibliotecas já feito pelo banco. O Daycoval vai atuar em parceria com a Associação de Voluntários do hospital Albert Einstein na reconstrução da biblioteca da favela de Paraisópolis, que está localizada no Morumbi, bairro que concentra a população mais abastada da cidade de São Paulo. "Estamos fazendo a reforma das instalações. A inauguração da biblioteca, que deverá receber o maior volume de livros já doados pelo banco, está prevista para o final deste mês", acrescenta a diretora.

Captação sustentável

A atuação do Daycoval ainda não atingiu o nível mais elevado do conceito de sustentabilidade: incluir as práticas de responsabilidade socioambiental no negócio da empresa, que no caso do banco é o crédito.

O banco não vincula a concessão de crédito aos clientes com boas práticas socioambientais. De acordo com Carlos Alberto B. Lazar, relações com investidores (RI), "nós analisamos se as empresas tem essas práticas, mas não vinculamos a concessão de crédito a elas. Também não há redução de taxas de juros no caso da empresa ter essas práticas. O banco é voltado para empresas de pequeno e médio porte e esse é um setor que no Brasil ainda está engatinhando na seara da responsabilidade social. Grandes bancos, por exemplo, vinculam a concessão de crédito para empresas com práticas sustentáveis, só quando o empréstimo está na faixa de R$ 5 milhões. Lazar conta, porém, que na captação externa de recursos do banco são vinculadas à responsabilidade social . "Em muitas captações somos obrigados a direcionar o dinheiro para certas regiões ou tipos de setores.".

O Daycoval também dá apoio social a uma série de institucionais nacionais e internacionais como o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer e o Ten Yad, programa internacional de combate à fome..

Daycoval investe em projetos de educação

Gazeta Mercantil - 08/09/2008