quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Prefeitura sp holerite Consignad online-11-3536-3414

A Fitch Atlantic atribuiu sexta-feira o rating nacional de longo prazo ‘AAA(bra)’ à emissão adicional de cotas seniores do BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Servidores Públicos II. A emissão será de R$ 60 milhões, com até R$ 20 milhões em cotas subordinadas, de modo que elas funcionem como um colchão de liquidez para o fundo.

As cotas emitidas são lastreadas em recebíveis de empréstimos consignados em folha de pagamento, concedidos pelo banco BMG a servidores públicos. A taxa de retorno, esperada, de 108% do Certificado de Depósito Interbancário( CDI), e o prazo da carteira, de 2 anos e meio, acompanham as condições do fundo-mãe.

O diretor da BMG Asset Management, Marcelo Maneo de Oliveira, avalia que a segunda emissão do fundo comprova o sucesso do produto e lembra que, na colocação do primeiro fundo do BMG, as condições foram diferentes. "Demoramos cinco meses para colocar o primeiro. Em 60 dias foram vendidos os R$ 150 milhões do segundo e ainda houve excesso de demanda", disse.

Para a Fitch Atlantic, a emissão adicional não altera o perfil de risco de crédito das cotas seniores do fundo. A primeira distribuição de cotas foi encerrada em 5 de julho, data em que foram subscritas e integralizadas cotas seniores de R$ 112,5 milhões e cotas subordinadas de R$ 37,5 milhões. Em 30 de julho, o FIDC BMG II atingiu R$ 155,13 milhões em patrimônio. O saldo devedor dos direitos creditórios é de R$ 149,36 milhões - 95,94% do volume do fundo, bem acima do limite mínimo de 50%.

De acordo com Maneo, o banco BMG tem como principal foco de negócio o empréstimo consignado a funcionários públicos. O próximo passo, diz ele, é incrementar a carteira de financiamento a empresas privadas. "Os fundos de recebíveis são uma de nossas principais fontes de funding", afirma. "É a desintermediação financeira de um produto que é de bancos melhorando o cenário para todos os lados", encerra.

Fundos

Os 2.452 fundos acompanhados pela InvestNews somaram patrimônio líquido de R$ 332,629 bilhões na quarta-feira.

Prefeitura de São Paulo,1