Postagem em destaque

saiba

VE

Título: Intermedium investe na oferta de crédito on-line
Autor: Moreira, Ivana
Fonte: Valor Econômico, 05/07/2007, Finanças, p. C3

A financeira Intermedium está de olho num mercado ainda quase virgem no Brasil, o da concessão de crédito on-line. Na Europa, 25% das operações de crédito são concretizadas pela internet. No país, porém, esse é um modelo de negócio pouco explorado. "É uma cultura a ser quebrada, um mercado que ainda estamos desenvolvendo mas de grande potencial", diz o superintendente da Intermedium, João Vítor Teixeira de Souza.

A financeira abriu em setembro do ano passado sua loja virtual, com funcionários treinados para negociar on-line, num chat, com os interessados em crédito pessoal. Com uma média de 400 acessos por dia, a loja virtual é responsável hoje por apenas 2,5% da produção. Mas a expectativa do superintendente é de que, num prazo entre 12 e 18 meses, a concessão de crédito pela internet já responda por 20% da produção mensal. "A base de internautas só cresce no país", analisa ele. Banners da loja virtual da Intermedium estão espalhados em vários portais da internet, com promoções para quem quer comprar crédito sem sair da frente do computador.

O que anima o executivo é também o sucesso experimentado pela construtora MRV, presidida pelo seu pai, o empresário mineiro Rubens Menin. Clientes que compram apartamentos sem sair de casa, só usando o mouse e o teclado do computador, já respondem por surpreendentes 18% das vendas. Menin é o presidente do conselho da Intermedium, um dos negócios da família mineira.

Na loja virtual, o cliente faz todo o processo sem sair de casa ou do escritório. O que precisa ser feito em papel chega até o endereço indicado pelo cliente, por Sedex, graças a um convênio entre a Intermedium e os Correios. Segundo o superintendente, o empréstimo pela internet tem sido procurado também por pensionistas do INSS e funcionários públicos, o que evita a intermediação por meio de um correspondente bancário e representa redução nos custos da operação.

Mas é na carteira de empréstimos consignados para funcionários da iniciativa privada que a loja virtual da Intermedium deverá ser um diferencial importante na estratégia da financeira mineira para aumentar sua participação no mercado de crédito pessoal. Esse é hoje o principal público alvo da instituição financeira. O número de empresas conveniadas ainda é pequeno, mas é grande o esforço de prospecção nos departamentos de recursos humanos de empresas com número entre 200 e 1.000 funcionários.

Os funcionários das empresas conveniadas terão na loja virtual um canal para pegar empréstimo com desconto em folha sem burocracia. Embora o risco de inadimplência seja maior na carteira privada, o superintendente da Intermedium acredita que os custos menores de captação são um atrativo nessa modalidade. No crédito consignado para beneficiários do INSS e servidores públicos, o custo do correspondente bancário pode chegar a 20% do valor do empréstimo.

Com treze anos de operação no mercado, a Intermedium ganhou novo ritmo de crescimento no último ano. A instituição captou recentemente R$ 30 milhões na primeira tranche do seu fundo de direitos creditórios (FDIC), uma das ferramentas da sua estratégia de expansão no mercado. Até o fim do ano, lançará a segunda tranche para captar mais R$ 30 milhões.

A empresa, segundo o balanço financeiro do terceiro trimestre, já atingiu um patrimônio líquido de R$ 40 milhões. A carteira total de crédito era de R$ 115 milhões, no fim do mês de março, resultado 66% maior que o do primeiro trimestre de 2006. Os empréstimos para pessoa física representam 55% das operações da Intermedium, sendo o crédito consignado o carro-chefe dos negócios.

PMSP IPREM Cheque especial

Classificadas por ordem crescente de taxa
As taxas de juros informadas nesta página compreendem operações de cheque especial e de adiantamento a depositantes. Correspondem ao custo efetivo médio das operações para os clientes, composto pelas taxas de juros efetivamente praticadas, acrescidas dos encargos fiscais e operacionais incidentes sobre as operações.
Período:
02/09/2022 a 09/09/2022
Pessoa física - Cheque especial
Modalidade:
Pré-fixado
Tipo de encargo:
  
Taxas de juros
Posição
Instituição
% a.m.
% a.a.
1
BCO RIBEIRAO PRETO S.A.
1,44
18,73
2
BCO ALFA S.A.
2,50
34,46
3
BCO SOFISA S.A.
3,23
46,46
4
BCO BMG S.A.
3,46
50,36
5
BCO MODAL S.A.
4,41
67,88
6
BANCO SICOOB S.A.
4,47
69,01
7
BCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A.
5,11
81,92
8
BCO BANESTES S.A.
5,59
92,03
9
BCO DO EST. DO PA S.A.
6,63
116,10
10
CAIXA ECONOMICA FEDERAL
7,46
137,06
11
BANCO BTG PACTUAL S.A.
7,65
142,06
12
BCO SAFRA S.A.
7,65
142,07
13
BCO DA AMAZONIA S.A.
7,83
147,05
14
BCO DO BRASIL S.A.
7,92
149,51
15
BCO S.A
7,92
149,59
16
BANCO ORIGINAL
7,96
150,64
17
BCO DO ESTADO DO RS S.A.
7,97
151,10
18
BANCO INTER
7,98
151,33
19
BCO RENDIMENTO S.A.
8,07
153,82
20
BCO DIGIMAIS S.A.
8,17
156,51
21
BANCO PAN
8,17
156,68
22
BCO MERCANTIL DO BRASIL S.A.
8,25
158,78
23
BCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
8,25
158,82
24
BCO DO EST. DE SE S.A.
8,25
159,04
25
ITAÚ UNIBANCO S.A.
8,27
159,53
26
BCO C6 S.A.
8,27
159,59
27
BCO AGIBANK S.A.
8,27
159,60
28
BCO TRIANGULO S.A.
8,27
159,60
29
BCO BRADESCO S.A.
8,49
165,90

: