Postagem em destaque

saiba

VE

Título: Descontrole de gasto ganha força no calote
Autor: Modé, Leandro
Fonte: O Estado de São Paulo, 11/07/2012, Economia, p. B4

Pela primeira vez, esse motivo de inadimplência quase empata com o desemprego, revela pesquisa sobre calote

Pela primeira vez o descontrole de gastos quase se equiparou ao desemprego como fator que levou o consumidor à inadimplência. Pesquisa realizada em junho pela Boa Vista Serviços, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), revela que 29,8% dos inadimplentes apontaram o descontrole de gastos como causa do calote e 32,3%, o desemprego. Em março deste ano, o descontrole de gastos representava 24,6% e o desemprego, 38,3%.

"O descontrole de gastos está quase empatando com o desemprego como fator de inadimplência", afirma o diretor do SCPC, Fernando Cosenza. De março para junho, enquanto a fatia do desemprego caiu seis pontos porcentuais, o fator descontrole de gastos subiu 5,2 pontos porcentuais no período.

Cosenza destaca que essa mudança de tendência é mais nítida nos resultados para os estratos de menor renda. Entre os inadimplentes com renda entre zero e três salários mínimos, o descontrole de gastos foi apontado por 24,2% dos entrevistados em junho ante 18,8% deles em março. Em contrapartida, o desemprego que tinha sido apontado por 44,8% dos entrevistados como motivo de calote em março, recuou para 39,7% em junho.

A pesquisa é feita trimestralmente para traçar o perfil do inadimplente na cidade de São Paulo. São entrevistados cerca 1.100 consumidores que deixaram de pagar as contas em dia.

Outro resultado que confirma que essa ressaca do consumo vai demorar para passar é que aumentou de março para junho a fatia dos consumidores que se consideram excessivamente endividados. No primeiro trimestre, o índice era de 22,2% e, em junho, tinha subido para 25,4%. Também o porcentual daqueles com mais de 50% da renda comprometida com dívidas subiu de 23,7% para 27% no período./M.C.

: